Coletas de Dados Salariais para Cargos e Salários

MEIOS UTILIZADOS NA COLETA DE DADOS DE UMA PESQUISA SALARIAL

Sergio Ferreira Pantaleão

Antes de qualquer iniciativa para a coleta de dados, uma carta ou e-mail da Gerência de Recursos Humanos ou da Diretoria da empresa patrocinadora deve ser enviada às empresas participantes com o intuito de se ter a concordância e disponibilidade na participação da pesquisa salarial.

Nesta comunicação a empresa patrocinadora deverá garantir sigilo total nas informações prestadas pelas empresas participantes, além do compromisso de entregar o relatório final da tabulação dos dados coletados.

Para coletar as informações da pesquisa salarial precisamos montar um caderno de pesquisa que contenha algumas informações principais:

Descrição do objetivo do Trabalho;

Relação dos cargos pesquisados;

Relação das empresas participantes;

Descrição da metodologia utilizada, dos critérios e princípios que irão nortear a pesquisa;

Organograma da empresa patrocinadora para identificar se os níveis organizacionais são compatíveis com o das empresas participantes;

O principal e mais prático meio de coleta de dados é através do formulário ou questionário, pela facilidade do registro dos dados. Este formulário pode ser via impresso ou eletrônico.

Outras formas de coleta de dados poderão ser adotadas para complementar os registros contidos no formulário, como:

Visitas pessoais para entrevistas ou reuniões para troca de informações;

Reuniões de empresas ou de Associações de Recursos Humanos;

Telefonemas e troca de e-mail´s quando de um relacionamento mais próximo entre empresas;

Para complementar a pesquisa salarial, podemos levantar outros dados além das informações sobre salários. São informações que servem para identificar a prática de benefícios e Políticas de Recursos Humanos adotadas pelas empresas pesquisadas.

Dentre as várias informações complementares podemos citar:

Programas de Remuneração Variável;

Plano de Carreira;

Cursos de Idiomas;

Programa de avaliação de resultados ou de desempenho;

Participação nos lucros resultados;

Bolsa de estudos ou crédito educativo;

Incentivo a educação continuada;

Empréstimos pessoais;

Cesta básica;
Assistência médica;

Seguro de vida;

Assistência odontológica;

Transporte fornecido pela empresa;

Previdência privada;

Assistência farmacêutica;

Auxílio a alimentação;

Auxilio creche ou babá;

Auxilio escolar para os filhos.

Trecho extraído da Obra Cargos e Salários utilizado com permissão do autor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *